Tratamentos ortodonticos em adolescentes: OrtoTeen

Ortoteen é uma modalidade da ortodontia da Sorriso Seguro, voltado ao público adolescente, que previne e corrige anormalidades no alinhamento dentário e dos ossos maxilares mal posicionados. Dentes tortos são difíceis de ser em mantidos limpos, o que pode resultar na deterioração dos mesmos. Dentes mal posicionados, também causam estresse aos músculos de mastigação, que pode levar a dores de cabeça, síndrome da ATM (dor e mobilidade comprometida da articulação da mandíbula e dos músculos ao redor) e dores na região do pescoço, ombros e costas, além de não dar ao sorriso uma aparência agradável. E na fase da adolescência a aparência física é muito levada a sério, por isso os tratamentos ortodônticos são cada vez mais comuns entre adolescentes e crianças, não só pela facilidade de serem encontrados tratamentos viáveis a toda classe social, mas pela importância de dentes saudáveis e no lugar.

O tratamento torna o sorriso mais saudável e proporciona uma aparência melhor e dentes que podem durar para a vida toda. O dentista especialista em aparelhos dentários  é ortodontista, apenas ele pode saber qual o tratamento mais adequado pro seu filho, através de exames, histórico dentário, radiografias e outros instrumentos necessários para dar o diagnóstico necessário e mensurar a duração do tratamento, que pode variar de caso a caso.

Como saber se meu filho precisa de tratamento ortodontista?

Apenas seu dentista ou ortodontista pode determinar se seu filho realmente precisa do tratamento ortodôntico. Seu histórico médico e dentista, exame clínico , moldes de gesso , radiografia e fotografias , são  a única forma de saber se é necessário o seu tratamento ou qual tipo de tratamento ortodôntico se adequa a situação dos dentes do adolescente.

Se seu filho apresenta alguns dos problemas abaixo, procure um ortodontista:

• Sobre mordida: Ou “dentes salientes” é quando os dentes superiores recobrem quase todos os dentes inferiores;

• Mordida Cruzada anterior: é quando a arcada inferior está muito à frente ou a superior muito atrás;

• Mordida Cruzada: é quando a arcada superior não fica à frente da arcada inferior ao morder normalmente;

• Mordida Aberta: é o espaço que fica entre as mordidas dos dentes anteriores ou/ e laterais quando os dentes posteriores se juntam;

• Desvio de linha mediana: ocorre quando o centro da arcada superior não está alinhado com o centro da arcada inferior;

• Diastema: são falhas ou espaços entre os dentes, que é resultado de dentes ausentes ou dentes que não preenchem a boca;

• Apinhamento: Quando existem dentes demais para se acomodarem dentro da arcada dentária, ou seja, a arcada é pequena.

Como funciona um tratamento ortodôntico?

Existem diversos tipos de aparelhos fixos e móveis, que são utilizados para ajudar a movimentação dos dentes, na retração dos músculos e a alteração do crescimento mandibular. O tratamento e o aparelho serão recomendados conforme a gravidade do problema do adolescente.

Os aparelhos fixos podem ser:

  • Aparelho fixo: É o mais comum de todos. É muito eficaz para alinhar os dentes, movimentando-os, aos poucos, para o lugar correto. Porém, como não pode ser tirado, exige muita paciência e dedicação na higiene;
  • Aparelho fixo estético: É uma versão do aparelho fixo onde os bráquetes não são de aço, mas sim de materiais que se camuflam nos dentes. Podem ser de policarbonato, porcelana ou safira.
  • Aparelho autoligável: Outra versão moderna do aparelho fixo, o autoligável não necessita de borrachinhas para prender os bráquetes, que se ligam através de pequenas tampinhas já presentes na peça. Além da aparência mais discreta, ele também causa menos desconforto já que a borrachinha é que traz mais atrito;
  • Aparelho lingual invisível:Ele leva este nome porque, em vez dos bráquetes ficarem virados para a frente, no lado visível dos dentes, eles ficam voltados para a língua. As duas grandes vantagens são o fator estético e o fato de poder acompanhar a evolução, já que é possível ver os dentes com clareza. Os pontos negativos ficam no quesito desconforto e higiene: pode ser incômodo para a língua e, justamente por não ser visível, também é mais difícil de vê-lo na hora de limpar;
  • Expansor palatino:tem como função alargar a arco do maxilar superior para deixar a arcada mais alinhada. É indicado para quem tem mordida cruzada, dentes entrecavados e tortos. Este aparelho é fácil de ser colocado, porém é um dos que mais exige paciência na manutenção.

Aparelhos móveis podem ser :

  • Niveladores :uma alternativa para os aparelhos convencionais para adultos, niveladores em série estão sendo utilizados por um número crescente de ortodontistas para mover os dentes da mesma forma que os aparelhos fixos, mas sem os fios de aço e os bráquetes. Os niveladores são virtualmente invisíveis e removíveis para que o usuário possa se alimentar, escovar os dentes e passar o fio dental.
  • Mantenedores de espaço móveis: estes aparelhos têm a mesma função que os mantenedores fixos. São feitos com uma base acrílica que se encaixa sobre a mandíbula e têm braços de plástico ou arame entre determinados dentes que devem ser mantidos separados.
  • Aparelhos reposicionadores de mandíbula :também chamados de talas, estes aparelhos podem ser utilizados no maxilar superior ou mandíbula, e ajudam a “treinar” a mandíbula a fechar em uma posição mais favorável. São utilizados para disfunções da articulação temporomandibular (ATM).
  • Amortecedores de lábios e bochechas : são destinados a manter os lábios e bochechas afastadas dos dentes. Os músculos dos lábios e bochechas podem exercer pressão sobre os dentes e os amortecedores ajudam a aliviar esta pressão.
  • Expansor palatino : um mecanismo utilizado para alargar o arco da mandíbula superior. Consiste em uma placa de plástico que se encaixa sobre o céu da boca. A pressão externa aplicada sobre a placa por meio de parafusos força as juntas dos ossos do palato a se abrirem para os lados, alargando a área palatina.
  • Contentores móveis : utilizados no céu da boca, estes aparelhos de contenção previnem que os dentes voltem à posição anterior. Podem também ser modificados e utilizados para evitar que a criança chupe o dedo.
  • Aparelho extrabucal: com este aparelho, uma faixa é colocada em volta da parte de trás da cabeça, e ligada a um elástico na frente, ou um arco facial. Este aparelho retarda o crescimento da maxila e mantém os dentes posteriores onde estão, enquanto os dentes anteriores são empurrados para trás.

É de grande importância que se seu filho apresenta algum dos  problemas citados acima ,você procure um dentista de confiança, é necessário paciência pois os resultados não são imediatos ,o tratamento ortodôntico normal dura em media entre 12 e 24 meses , mas esse tempo varia devido a diversos fatores.

Procure orientação do seu dentista para quaisquer duvida e tratamentos adequados para o seu filho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *